Gripe aviária H5N8 na Rússia: ABPA afirma que carne de aves continua segura para consumo.

A notícia de que sete trabalhadores em uma granja avícola na Rússia são os primeiros humanos a serem infectados com a cepa H5N8 da gripe aviária, fez com que o Conselho Mundial da Avicultura (IPC, na sigla em inglês) reforçar aos consumidores que a carne de aves é segura para comer. As informações foram divulgadas em nota pela  Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e você confere o resumo do documento a seguir.

“A gripe aviária é uma doença zoonótica potencial conhecida e existem medidas estabelecidas internacionalmente que garantem a segurança alimentar e o manuseio e cozimento adequados das aves, bem como a segurança do trabalhador e a biossegurança alimentar ..etc”

O chefe do Serviço Federal de Vigilância dos Direitos do Consumidor e do Bem-Estar Humano russo afirmou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi notificada, de acordo com o protocolo normal, e as autoridades responderam prontamente ao incidente, implementando medidas para proteger humanos e animais e para minimizar os riscos, garantindo que a situação não progredisse, explicou o IPC.

Vale ressaltar que, segundo a OMS e a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO, que com base no conhecimento científico da gripe aviária, o frango e outros produtos avícolas são seguros para comer se cozidos de maneira adequada. E, ainda, nenhuma ave de bandos com a doença deve entrar na cadeia alimentar, observam eles, e os consumidores podem permanecer confiantes na segurança da carne de aves e nos esforços da indústria avícola para garantir a segurança e a proteção de seus clientes.

"Esta infecção acidental é autolimitada porque a pessoa infectada provavelmente não transmitirá o vírus à outra pessoa”, afirmam os governantes russos. Confira a nota na íntegra aqui: http://abpa-br.org/gripe-aviaria-h5n8-carne-de-aves-continua-segura-para-o-consumo/

Fonte: Carnetec

Comments are closed.